Por Redação em 21/09/2020

A primeira emissão de um título verde por produtores rurais no mundo foi concluída no início do mês de setembro, e as empresas por trás dela são brasileiras. Com a venda dos papéis, a Rizoma Agro conseguiu R$ 25 milhões. Os recursos serão usados para custeio e investimentos na produção de orgânicos no interior de São Paulo, de acordo com o Valor EconômicoO Grupo Ecoagro estruturou a operação, enquanto a Climate Bonds Initiative (CBI) fez a certificação. 

CEO da Ecoagro, Moacir Teixeira ressaltou a rapidez da operação. “Captamos o dinheiro em 40 minutos. É algo que vai abrir uma nova porta para o mercado de capitais”, afirmou. O próximo passo, diz Teixeira, é iniciar um fundo verde que financie a agricultura regenerativa.

Para Leisa Souza, coordenadora do Programa de Agricultura da CBI no Brasil, a operação comprova o potencial do agro brasileiro nos títulos verdes. Segundo a CBI, o potencial do país com esses títulos é de US$ 163 bilhões em dez anos. 

Emissão de título verde financia projetos com preocupação ambiental

Com títulos verdes, empresas e governos captam recursos para projetos e ativos que beneficiam o ambiente ou o clima. Os green bonds podem financiar, por exemplo, projetos de eficiência energética No caso do campo, quem tem um selo verde podem atrair investidores que seguem o protocolo ESG. Este leva em conta fatores ambientais, sociais e de governança.

No caso da Rizoma, a captação se deu por meio de um Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) verde. Os  CRAs são um título de renda fixa regulamentado pela CVM. Em webinar recente, Milton Menten, CEO da Ecoagro Securitizadora, apontou o ganho de reputação que um CRA verde pode trazer. Além disso, diz ele, o selo verde reduz a percepção de risco do negócio.

Contudo, se o título verde chegou só agora no agro brasileiro, em outros setores ele já era conhecido. Segundo a Ecoagro, a primeira operação do tipo aconteceu em 2016. Na ocasião, os papéis eram da Suzano Papel e Celulose.

Agronegócio

A ENGIE Brasil, maior empresa privada de geração de energia, transporte de gás e soluções energéticas do país, produziu uma série especial de vídeos com foco no agronegócio nacional. O novo canal disponível no blog Soluções ENGIE e também no perfil da ENGIE do youtube, traz entrevistas com especialistas e referências do segmento sobre geração de energia de fontes renováveis, novas tecnologias e as tendências do agribusiness.

Saiba mais