Por Redação em 11/01/2021

A BYD vai voltar a contratar para poder aumentar sua produção no Brasil de módulos para produção de energia solar. O novo fôlego para a produção vem após um recuo da companhia chinesa entre o fim de 2019 e o começo de 2020.

O diretor de Marketing e Sustentabilidade da BYD, Adalberto Maluf, explicou ao Valor Econômico que não foi só a pandemia que pesou na decisão de reduzir a produção. Mas também uma instabilidade regulatória que afetava a importação de módulos.

“Foram expedidos vários ex-tarifários ilegais, o que gerou uma briga muito grande no setor”, disse o executivo. Maluf se refere a uma isenção temporária de imposto de importação. O governo concedeu o benefício a vários modelos de painéis solares, gerando insatisfação por parte de empresas nacionais.

Efeitos da pandemia

Uma vez superadas as questões, a ideia é retomar os dois turnos na fábrica de Campinas no primeiro trimestre de 2021. Assim, a capacidade atual vai dobrar para 250 MW por ano. Mas a empresa quer ir além e chegar a junho produzindo 400 MW anuais. Para tanto, espera ter três turnos na unidade e vai contratar 500 funcionários.

De acordo com Maluf, os efeitos da pandemia foram menores do que os dos ex-tarifários. Contudo, houve, sim, uma queda nos pedidos entre abril e maio. Mas o cenário começou a melhorar em junho, com a BYD registrando alta de 40% nas vendas de painéis de geração solar no segundo semestre no Brasil.

Agronegócio puxa alta da demanda por painel solar da BYD no Brasil

O executivo explicou que, nesta alta, o agronegócio teve papel fundamental. De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o agro responde por 8,7% da potência de geração distribuída de energia solar no país.

Para Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da Absolar, a energia solar “traz ganhos de competitividade aos produtores rurais, pois reduz os custos com eletricidade, aumenta a segurança elétrica”. Além disso, “protege o consumidor contra os aumentos das tarifas de eletricidade, torna a produção no campo mais limpa e sustentável e agrega valor à marca do produtor rural”.

Agronegócio

A ENGIE Brasil, maior empresa privada de geração de energia, transporte de gás e soluções energéticas do país, produziu uma série especial de vídeos com foco no agronegócio nacional. O novo canal disponível no blog Soluções ENGIE e também no perfil da ENGIE do youtube, traz entrevistas com especialistas e referências do segmento sobre geração de energia de fontes renováveis, novas tecnologias e as tendências do agribusiness.

Saiba mais