Por Redação em 02/12/2020

O roteiro é conhecido: entre no site, faça sua escolha, preencha alguns dados, selecione a forma de pagamento e finalize a compra, de forma segura e ágil. Já tão comum na compra de roupas, livros e outros itens de consumo cotidiano, esse processo simples também pode ser utilizado para realizar a compra de energia. Mais um benefício exclusivo de consumidores do Mercado Livre de Energia , que agora contam com o Energy Place, canal digital lançado pela ENGIE neste mês.

Além do e-commerce, a plataforma oferece a gestoras e clientes da ENGIE, ferramentas importantes para o gerenciamento dos contratos: histórico de consumo, dados segmentados por unidades consumidoras e informações sobre garantias financeiras, por exemplo. Também funciona como um canal de relacionamento e atendimento digital, com abertura de chamados para interação direta com os especialistas da ENGIE.

A facilidade assegurada pela plataforma se soma a outros benefícios do Mercado Livre de Energia, como a possibilidade de escolher o fornecedor e a fonte geradora, a flexibilidade na contratação e tarifas mais competitivas – o que leva à redução significativa dos custos com o insumo. Para aproveitar essas e outras vantagens, a empresa consumidora deve atender a alguns requisitos relacionados, especialmente, a seu perfil de consumo. Se atendidos, está apta para migrar do chamado mercado cativo – atendido pelas distribuidoras – para o mercado livre, fazendo a compra de energia diretamente de geradoras ou comercializadores de energia.

Migração tranquila

Caso sua empresa ainda não esteja no Mercado Livre de Energia, não se preocupe: o processo de migração agora está mais simples. Para estender os benefícios do ambiente livre a pequenas e médias empresas, a ENGIE oferece uma solução que, além de garantir até 15% de economia na fatura mensal de energia, elimina a burocracia. O E-conomiza  tem como foco empresas com consumo de até 1MWm – o que equivale a faturas de energia que se aproximem dos R$ 40 mil mensais, mesmo que somando o consumo de diferentes unidades da empresa. 

Outra vantagem está na possibilidade de adquirir energia incentivada, a partir de fontes renováveis, o que agrega sustentabilidade às operações do cliente.  Na solução do E-conomiza todo o processo operacional da migração, bem como a gestão da conta de energia,conta com o apoio dos profissionais especializados da ENGIE. Assim, a única responsabilidade do cliente é pagar duas faturas mensais – uma para a ENGIE, referente ao fornecimento, e outra à distribuidora local, relativa à infraestrutura de transporte da energia até a empresa.