Por Redação em 15/01/2020

Confira em nosso vídeo, como a comunhão de cargas é uma vantagem para empresas industriais, comerciais e de prestação de serviços de pequeno ou médio porte.

De forma prática, a comunhão de cargas é uma possibilidade quando consumidores com o mesmo CNPJ ou CNPJ diferentes, porém localizados em área contígua (sem separação por vias públicas), podem somar suas cargas para atingir o nível mínimo de demanda exigido.

A comunhão de cargas acontece dentro do processo de migração para o  Mercado Livre de Energia, onde é preciso atingir o nível de demanda mínimo de 500 kW e é interessante principalmente para uma rede de lojas de atacarejo, por exemplo, onde cada uma das unidades pode apresentar níveis de demanda contratada inferiores a 500 kW, e, juntas, podem somam 500 kW para se tornar consumidor livre.

Assista ao vídeo e veja como funciona a comunhão de cargas

Entenda mais sobre o Mercado Livre de Energia

No e-book “Entenda o Mercado Livre de Energia” é possível ter acesso a informações importante para o seu negócio, aprendendo o que é e como funciona o Mercado Livre de Energia.

Você entenderá quais são as vantagens desse ambiente de contratação, o passo a passo de como realizar a migração de sua empresa e as estratégias de contratação.