Por Redação em 14/07/2021

A Gafisa estabeleceu recentemente uma nova cultura organizacional, incorporando diretrizes claras de ESG (Environmental, Social and Governance). Os dados constam no relatório Política Corporativa ESG 2021 da companhia e estabelecem o seu objetivo de “promover movimentos contínuos que impactem todos os stakholders do seu ecossistema”. Isto inclui colaboradores, clientes, fornecedores, investidores, sociedade e regiões de atuação.

“Na primeira frente, com base no diagnóstico, foram identificadas oportunidades de melhorias e definido um plano de ação envolvendo desde o engajamento das partes interessadas até novas práticas e projetos. Na segunda, temos a participação de oficinas com outros players do setor, permitindo mais aprofundamento nos temas e troca de experiências que se somam ao todo do projeto”, disse a vice-presidente de Gestão e RH da Gafisa, Sheyla Resende.

ESG também tem foco na cadeia de abastecimento

Com novos indicadores e critérios de medição, as diretrizes de ESG da companhia incluem o monitoramento de requisitos ambientais e sociais de terceiros. Isto deve determinar a homologação de fornecedores daqui em diante, pois esses terão de apresentar ações de boas práticas ambientais, sociais e de governança para se manterem na cadeia de abastecimento da construtora.

A cadeia de abastecimento, portanto, deve passar por um olhar mais clínico no que tange o conceito de ESG. Além disso, a Gafisa visa realizar novas certificações, para que estas sejam consideradas como estímulo no desenvolvimento de novos produtos, no fomento de discussões sobre projetos sociais, educacionais e culturais, além de apoiar na oferta de capacitação e treinamento contínuos entre os seus fornecedores.

Internamente, a construtora está realizando pesquisas para capturar percepções em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, conforme classifica a Organização das Ações Unidas (Onu), para obter sugestões de melhorias nos processos. A companhia também planeja realizar workshops voltados ao ESG para os funcionários.

Segundo o relatório da Gafisa, essas iniciativas estão somadas à observância de outros parâmetros já respeitados na empresa, como a verificação da qualidade dos materiais utilizados nas obras e acompanhando a certificação da ISO 9001 e PBQP-H.