Por Redação em 11/05/2021

A Prefeitura de Campinas abriu consulta pública para a Parceria Público-Privada (PPP) que fará a modernização, expansão, operação e manutenção da infraestrutura da rede pública de iluminação do município.
Os principais benefícios do projeto incluem, para além da modernização da rede de iluminação pública, maior segurança pública e a redução dos gastos com energia.

O escopo do projeto inclui a substituição de 100% dos pontos de iluminação pública – os 110 mil pontos de luz com lâmpadas de vapor de sódio e 10 mil de vapor de mercúrio deverão ser substituídos por LED, com uma redução de até 70% no gasto com energia elétrica – e maior eficiência operacional, por meio da implantação de sistemas de telegestão que permitirão o controle remoto da regularidade dos serviços prestados.

Com isso, além da redução do consumo de energia, a Prefeitura de Campinas pretende aumentar da luminosidade nas vias de circulação pública e contribuir para a minimização da emissão de gases de efeito estufa.

PPP de iluminação pública em Campinas deve ter leilão no segundo semestre

A população do município poderá consultar e opinar sobre as diretrizes e regras que serão consideradas no edital até o dia 29 de abril. O leilão de concessão será feito na Bolsa de Valores de São Paulo e tem previsão para ocorrer no início do segundo semestre deste ano. A PPP da Iluminação prevê investimentos de R$ 171,6 milhões em 13 anos para modernização dos atuais 120 mil pontos de luz, com uso de lâmpadas de LED e telegestão.

O projeto foi estruturado pela Prefeitura de Campinas em conjunto com o Governo Federal, Caixa Econômica Federal e Banco Mundial, por meio da Corporação Financeira Internacional (IFC, na sigla em inglês). Ele atende exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), segundo a qual as distribuidoras devem transferir o sistema de iluminação pública aos municípios.